Dor lombar

Você provavelmente já teve ou já ouviu falar alguém reclamando de dor na lombar, vamos entender um pouco mais sobre o que é a dor lombar.

O que é?

A dor lombar, também conhecida como lombalgia, ocorre na parte inferior da coluna vertebral e está entre as dores mais comuns entre homens e mulheres nas diferentes fases da vida. Ela é causada geralmente por uma lesão em um músculo.

As dores lombares são classificadas como agudas ou crônicas, o que as diferencia é o tempo de duração.

A dor aguda tem um período de tempo curto, menos de um mês.

A dor crônica, manifesta-se por um período de tempo muito longo, mais de 3 meses.

Principais fatores

As causas comuns incluem levantamento de peso de maneira inadequada, falta de exercícios físicos regulares, obesidade, doenças reumáticas, envelhecimento e até fatores emocionais podem estar relacionados.

Além desses, a postura viciosa e esforço físico são sem dúvida os principais fatores de risco. Hábitos incorretos de postura ao deitar, sentar ou realizar qualquer atividade do dia a dia, no trabalho e lazer podem acarretar em malefícios à coluna.

Sintomas

A dor é o sinal primário de lombalgia, inicia – se de maneira súbita na região lombar, pode ocorrer irradiação da dor para os glúteos, coxas e até os joelhos. A dor se agrava com o movimento, ao sentar-se, parar, levantar objetos ou inclinar-se. Também há antecedentes de fatores psicológicos.

Em alguns casos, existe antecedente de lesão mecânica ou história de trauma (com ou sem fratura).

Tratamento

O principal objetivo do tratamento da dor lombar aguda é aliviar a dor, melhorar a habilidade funcional e prevenir que vire uma dor crônica.

Há uma variedade de intervenções terapêuticas disponíveis, tais como: analgésicos, anti-inflamatórios, corticoides e relaxantes musculares. Muito raramente um caso de lombalgia irá precisar de cirurgia.

Fisioterapia e tratamentos alternativos como o RPG e pilates, ajudam na prevenção e alívio de dores lombares.

 Cuidados Importantes

Independentemente da duração da dor, o indicado é, ao surgimento dos sintomas, que a pessoa procure um especialista em Ortopedia e Traumatologia para avaliar a gravidade do problema e iniciar o tratamento.

Existem alguns hábitos e cuidados que podem ajudar a evitar e amenizar os efeitos da dor lombar. Entre eles está a mudança na posição para dormir, o tipo de colchão utilizado, forma como se levanta da cama ao acordar, cuidados ao levantar e transportar objetos do chão, cuidado com o peso e o equilíbrio de mochilas nas costas e o cuidado ao usar calçados com saltos muito altos, por períodos prolongados.

A dor lombar é também um dos principais motivos de ausência no trabalho. Portanto, é importante cuidar da saúde e da postura no ambiente de trabalho. Entre elas, utilizar cadeiras que não reclinem para trás, com apoio para os braços, sentar usando todo encosto e os pés totalmente encostados no chão. A tela do computador deve ficar na altura dos olhos para a coluna cervical (pescoço) ficar em posição confortável.

Cuidados especiais para gestantes: manter atividade física supervisionada e manter o peso dentro do recomendado para a fase gestacional. Lembrar que as dores lombares em gestantes são comuns e, na maioria das vezes, não representam nenhum problema sério de coluna.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp chat