O seu joelho doí ao descer ou subir escadas, ou quando você esta correndo? Se sim, leia o texto a seguir e sabia o que pode ser.

 

Condropatia patelar é caracterizada pelo desgaste da cartilagem do osso da patela, localizado na frente do joelho. É também conhecida como síndrome da dor femoropatelar.
A dor pode surgir ou aumentar durante atividades do dia a dia que envolvem descarga de peso como: subir e descer escadas ou rampas, muito tempo em pé, agachar, saltar, correr ou até mesmo ficar por muito tempo sentado.
A condromalácia patelar é classificada em 4 graus:
• Grau I: amolecimento da camada mais externa da cartilagem da patela;
• Grau II: Há lesões na cartilagem com até 1,3 cm de diâmetro;
• Grau III: As lesões são maiores que 1,3 cm de diâmetro;
• Grau IV: O osso subcondral já está exposto, a articulação já esta em contato direto com a superfície óssea.
É importante lembrar que a condropatia nem sempre é sintomática. Porém, quando o paciente apresenta sintomas, normalmente estes se caracterizam por dor na região anterior do joelho, mais especificamente em volta ou mesmo atrás da patela.
É comum observar que o surgimento da dor está associado ao início de uma atividade física como corrida ou musculação. Outro sintoma frequente é a presença estalidos e/ou crepitações provenientes do joelho, que ocorrem principalmente ao agachar e levantar, que podem estar ou não acompanhados por dor. Eventualmente o joelho incha após atividades mais vigoras ou após a prática esportiva.
Tratamento
O tratamento visa promover ganho de força e flexibilidade muscular, oferecer maior estabilidade articular, melhorar a consciência corporal corrigindo o movimento da patela para não haver sobrecarga, reduzir a dor e a inflamação, e garantir o retorno às atividades físicas.

O tratamento pode ser realizado com a fisioterapia através da eletroterapia com o uso do tens, laser ou ultra som, fortalecimento de membros inferiores e abdômen, alongamentos e terapias manuais. Também é indicada a hidroterapia por realizar exercícios com baixo impacto não sobrecarregando os joelhos.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp chat